terça-feira, 23 de outubro de 2018

Mais de 1700 fizeram prova do concurso da Adepará

Dos 2500 candidatos inscritos para fazer as provas do concurso público C-174, destinado ao provimento de cargos de níveis médio e superior na Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), apenas 1729 compareceram nos turnos da manhã e tarde do domingo, 21. O concurso é organizado pela Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP) e oferta 50 vagas. As provas foram realizadas nos municípios de Belém, Altamira, Itaituba, Marabá e Santarém, durante manhã e tarde sendo para nível médio no período da manhã e para nível superior no período da tarde. Ambas tiveram duração de 4 horas. Não houveram ocorrências nos locais de prova.
Em Marabá, pela manhã, nas duas escolas nos bairros Laranjeiras e Liberdade, no distrito Cidade Nova, local escolhido devido a realização da 38ª edição do Círio de Nazaré no município, a aplicação das provas foi tranquila. Dos 493 inscritos, que fizeram o certame de manhã para o cargo de agente fiscal agropecuário, 187 pessoas faltaram.

Na Escola Deuzuíta Melo de Albuquerque, algumas pessoas esperaram do lado de fora a saída de parentes e amigos que faziam o exame. O produtor rural, José dos Reis, viajou 300 quilômetros de motocicleta para trazer a filha de Água Azul do Norte até Marabá. “A gente sempre dá um apoio para a família, tem que estar sempre próximo para dar uma força. Ela disse que se dedicou bastante para essa prova. Estamos com o coração na mão torcendo para que dê tudo certo”, disse o agricultor.

Por volta das 11 horas da manhã, muitos candidatos começaram a deixar os locais de prova. Luiz Fernando de Souza, de 20 anos, veio de Breu Branco. O jovem acabou de concluir o curso técnico agropecuário e, por isso, resolveu fazer o certame. “A prova foi boa, tinha umas perguntas difíceis, mas deu para fazer. Eu acabei de terminar o técnico agropecuário, o conteúdo ainda está fresquinho na mente. Espero que Deus me abençoe com uma vaga”, relatou.

Etapas -  As provas objetiva e discursiva que foram aplicadas são de caráter eliminatório e classificatório. Os candidatos às vagas de nível superior passarão também por prova de títulos. Os aprovados deverão apresentar certificado de conclusão de curso do ensino médio, com curso profissionalizante de técnico agrícola ou de técnico em agropecuária, expedido por instituição de ensino devidamente reconhecida por órgão competente. A remuneração inicial é de R$ 1.489,86 com carga horária de 40h/s quarenta horas por semana para nível médio e  R$ 3.486,71 para nível superior.

Cargos ofertados - Dos cargos de nível superior, o de fiscal estadual agropecuário - formação em medicina veterinária - oferece o maior número de vagas, 10 no total para ampla concorrência, distribuídas entre as unidades regionais de Altamira (1), Breves (1), Itaituba (1), Redenção (1), São Geraldo do Araguaia (2), Santarém (1), Tucumã (1), Tucuruí (1) e Xinguara (1). Os candidatos deverão ter diploma do curso de graduação de nível superior em medicina veterinária, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), além de registro no órgão de classe.

Já o cargo de fiscal estadual agropecuário – formação em agronomia - tem três vagas para ampla concorrência, para as unidades regionais de Altamira (1), Santarém (1) e Tucumã (1). Será exigido diploma do curso de graduação de nível superior em agronomia, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC e registro no órgão de classe. A remuneração para os dos dois cargos será de R$ 3.486,71 com carga horária de 40h/s (quarenta horas por semana).

O cargo de agente fiscal agropecuário apresenta 37 vagas no total; 34 para ampla concorrência e três vagas reservadas às pessoas com deficiência (PCD) para as unidades regionais de Almeirim (3 vagas para concorrência), Breves (5 vagas para ampla concorrência e uma PCD), Itaituba (2 vagas para ampla concorrência), Novo Progresso (1 vaga para ampla concorrência), Oriximiná (4 vagas para ampla concorrência e 1 PCD), Paragominas (1 vaga para ampla concorrência), Rondon do Pará (2 vagas para ampla concorrência), Santarém (1 vaga para ampla concorrência), São Geraldo do Araguaia (2 vagas para ampla concorrência), Tucumã (8 vagas para ampla concorrência e 1 PCD), Tucuruí (1 vaga para ampla concorrência), Xinguara (4 vagas para ampla concorrência).
 Texto:
Luciana Benicio

Nenhum comentário:

Postar um comentário