terça-feira, 2 de outubro de 2018

TV Liberal realiza debate entre os candidatos

Momento é um dos mais esperados na reta final. Quatro candidatos ao Governo do Estado do Pará se enfrentam nesta terça-feira (2), no último debate ao vivo, na televisão, antes da votação das eleições de 2018, no próximo domingo (7). Helder Barbalho (MDB), Paulo Rocha (PT), Márcio Miranda (DEM) e Fernando Carneiro (PSOL) debaterão diversos temas de interesse público, na TV Liberal, depois da novela 'Segundo Sol'. A mediadora do encontro será a jornalista Claudia Bomtempo, repórter e apresentadora da Rede Globo, em Brasília.

Na oportunidade, os candidatos terão 1h55 minutos para apresentar seus planos de governo aos eleitores paraenses. O debate contará com cinco blocos, sendo que, nos dois primeiros blocos o tema é livre, seguido por mais dois, com assuntos sorteados e o último, de considerações finais.  Nos blocos, cada participante terá 30 segundos para perguntas, dois minutos para respostas e mais um minuto e 15 segundos de réplica e tréplica.

Em quase duas horas de debate, a expectativa é de que sejam confrontadas propostas para que o eleitor possa definir ou confirmar o seu voto, a cinco dias das eleições. "O candidato vai falar diretamente com o público, podendo convencê-lo através de seus projetos, ao vivo e livre de qualquer tipo de edição", explica Paulo Fernandes, diretor de jornalismo da TV Liberal.

Critérios
A participação de candidatos em debates não depende somente da escolha dos veículos de comunicação. A legislação eleitoral estabelece que as emissoras convidem para os debates os candidatos com representação de, ao menos, cinco parlamentares no Congresso Nacional. Caso o concorrente pertença a um partido que ainda não atingiu o patamar estabelecido, ele poderá ou não ser chamado para a discussão de propostas nos debates de rádio, televisão e internet.

Outro critério assegurado por lei para a participação nos debates eleitorais é a posição do candidato na última pesquisa divulgada pela emissora. Ou seja, o concorrente teria que ter, no mínimo, 6% de intenção de votos para o pleito para ser chamado ao debate. E nenhum dos critérios estabelecidos foi atendido pelo candidato ao Governo do Pará Cleber Rabelo (PSTU), que tem 2% na pesquisa mais recente.

O debate deverá começar por volta das 22h, porém, às 20h, o quarteirão da avenida Nazaré, onde está localizado a TV liberal, ficará interditado. No trecho das travessas Benjamin Constant e Doutor Moraes só poderão entrar os funcionários da emissora, os candidatos ao Governo e seus assessores, além dos moradores na área. O trânsito na região será organizado por agentes da Semob. As torcidas concorrentes serão organizadas fora do trecho bloqueado. Homens da Policia Militar também farão a segurança do evento. (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário