quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Moro terá carta branca para composição de superministério, afirma Bolsonaro

 O presidente eleito pelo PSL, Jair Bolsonaro, disse nesta 5ª feira (1º.nov.2018) que o juiz Sérgio Moro terá carta branca para escolher todos os nomes de sua equipe no superministério da Justiça, que chefiará a partir de janeiro. Moro também participará do governo de transição já a partir de semana que vem. Em vídeo publicado em suas redes sociais, Bolsonaro disse que Moro terá “meios e liberdade para perseguir uma agenda para combate efetivo contra a corrupção e crime organizado, ao lado da Constituição e das leis” e que houve acordo em 100% do que foi proposto por ambas as partes.
“Moro é 1 pessoa que mostrou ser possível combater a corrupção, 1 dos maiores males do Brasil. Ele diz que a Lava Jato não será esquecida, pois bons juízes temos no Brasil, especialmente em Curitiba. […] Eu vi [Moro] como se fosse 1 jovem universitário recebendo seu diploma, ele tá com muita vontade de levar adiante sua agenda”, afirmou.

O juiz aceitou nesta 5ª feira o convite de Jair Bolsonaro para assumir o ministério, após uma hora e 42 minutos de conversa no Rio de Janeiro. Na saída do encontro, Moro preferiu não se pronunciar.

Para assumir o posto, Sérgio Moro deve deixar a magistratura, já que o artigo 95 da Constituição impede que juízes assumam outro cargo ou função e que exerçam atividade político-partidária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário