Coluna 1

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Melhores do jornalismo paraense brilham em premiação do Sistema FIEPA

 
 Em uma noite animada, com a energia dos banhos de cheiro do Ver-o-Peso, 22 troféus foram entregues para os jornalistas do Pará em reconhecimento ao bom desempenho desses profissionais ao longo do ano. A já tradicional celebração dos vencedores do Prêmio Sistema FIEPA de Jornalismo ocorreu na última quarta-feira (12), no Hangar – Centro de Convenções.

A sexta edição do evento, que é a maior premiação do tipo na Amazônia, bateu recorde de reportagens inscritas nas categorias de impresso, rádio, TV e web. Foram 89 trabalhos concorrendo na modalidade Prêmio Especial Jornalista Raimundo Pinto. Na modalidade Profissionais do Ano, 215 nomes foram indicados pelos veículos de comunicação nas para concorrer nas 15 categorias da premiação. 
Um dos momentos de destaque da festa foi a entrega do troféu Personalidades da Comunicação – um reconhecimento para os profissionais que fizeram a história na comunicação paraense. Os escolhidos deste ano foram a jornalista Cristina Serra e os radialistas esportivos Ivo Amaral e Guilherme Guerreiro.

“É um momento superimportante porque é o primeiro prêmio que eu recebo na Amazônia como jornalista. Apesar de eu não ter feito a minha carreira no Pará, eu cheguei a trabalhar aqui, sou muito ligada à região e o reconhecimento da minha gente tem um gostinho especial”, revela Cristina Serra, nascida no Pará, ex-repórter especial da TV Globo e que já possui 36 anos de carreira.

           Melhores do Ano

A revelação dos vencedores na categoria Profissionais do Ano foi um dos momentos mais aguardados da noite. Os mais votados subiram no palco para receber o troféu e celebrar o trabalho realizado ao longo do ano diante do público.

Dos 215 nomes indicados ao prêmio Profissionais do ano, 56 finalistas foram escolhidos por meio de votação popular na internet, que somou 11 mil votos. Após esta etapa, os vencedores de cada categoria foram escolhidos por votação de um júri técnico formado por mais de 100 profissionais de comunicação.

Brenda Freitas foi a vencedora na categoria Repórter de Rádio pelo segundo ano consecutivo. Para ela, o reconhecimento é uma surpresa e alegria ao mesmo tempo. “Eu tenho dois anos de formada, o primeiro ano já foi uma surpresa pra mim e este foi mais ainda. Os meus colegas de redação dizem que eu tenho mostrado uma evolução e eu acho que isso também se refletiu no prêmio. Só tenho a agradecer por estar contribuindo com a sociedade fazendo reportagens de rádio”, declarou.

Prêmio Raimundo Pinto

Para as equipes que produziram as reportagens finalistas do Prêmio Raimundo Pinto a expectativa foi igualmente especial. Na primeira fase, as reportagens foram avaliadas por representantes da indústria e profissionais do mercado de comunicação. Os melhores trabalhos de cada categoria foram considerados finalistas e o vencedor foi escolhido exclusivamente por representantes do Sistema FIEPA. Para os melhores trabalhos de cada categoria, o prêmio foi de R$ 12.500,00.

O repórter e coordenador de conteúdo do Diário Online, Kleberson Santos, foi um dos vencedores, na categoria Web, com a reportagem “Do concreto à biomassa - o reaproveitamento do caroço do açaí”. Para ele, o prêmio é um incentivo a mais para a profissão. “A gente tem muito que agradecer a iniciativa da FIEPA, uma instituição que vem para incentivar o nosso trabalho de jornalista. Não basta você ver o problema, você tem que ter a motivação e habilidade de contar essas histórias, e o Sistema FIEPA está nos motivando a continuar fazendo isto na noite de hoje. É bom trabalhar e ser reconhecido por isso”, afirmou Kleberson.

 “Esse é um momento especial para a indústria paraense, porque estreita o relacionamento e mostra a importância que tem o comunicador para a economia do Estado. Principalmente para nós, que estamos no centro da atenção do mundo: a Amazônia, em especial o Pará, que precisa crescer e cuidar do potencial da sua natureza”, afirma o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), José Conrado Santos.

O prêmio é promovido pelo Sistema Fiepa, Sesi e Senai com patrocínio da Vale. O evento conta ainda com apoio do Grupo Simões, escritório de advocacia Silveira, Athias, Soriano de Mello, Guimarães, Pinheiro & Scaff Advogados, Sindicato dos Jornalistas do Pará e coordenação da Temple Comunicação.

Conheça os vencedores do 6º Prêmio Sistema Fiepa de Jornalismo:
Prêmio Especial Jornalista Raimundo Pinto

IMPRESSO
- Maniçoba o ano todo.
Veículo: Revista Agronegócios - Jornal O Liberal.
Equipe: Victor Furtado, Felipe Melo, Filipe Sanches, Fernando Sette.

RÁDIO
- Série especial "Amazônia: os desafios do desenvolvimento". 1. Os royalties da mineração.
Veículo: Rádio Cultura FM.
Equipe: Alexandre Lins, Joana Melo, Marina Chiari, Ana Teresa Lima, Ivo Souza.
TELEVISÃO
- Murumuru: empresas e comunidades.
Veículo: TV Cultura.
Equipe: Lucas Barbosa Filho, Ana Cláudia Saldanha.

WEB
- Do concreto à biomassa - o reaproveitamento do caroço do açaí.
Veículo: DOL - Diário Online.
Equipe: Kleberson Santos, Ricardo Amanajás, Gabriel Caldas.

PROFISSIONAIS DO ANO 2018
Apresentador: Priscilla Castro (TV Liberal)
Assessor de Imprensa: Jamylle Vieira (Celpa)
Blogueiro:    Belém Trânsito
Colunista de Notícia: Luiz Flávio Costa (Diário do Pará)
Colunista Social: Christian Emanoel (Amazônia Jornal)
Editor: André França (TV Cultura)
Influenciador Digital: Trisha Guimarães (A casa como ela é)
Locutor: Iolanda Kinoshita (Rádio Cultura)
Produtor: Jorge Ferreira (O Liberal)
Repórter Cinematográfico: André Mardock (TV Cultura)
Repórter de Mídia Impressa: Dilson Pimentel (O Liberal)
Repórter de Rádio: Brenda Freitas (Rádio Cultura)
Repórter de TV: Jalília Messias (TV Liberal)
Repórter Fotográfico: Wagner Santana (Diário do Pará)
Repórter Web: Brunno Magno (Portal Oliberal.com)

--
Jobson Marinho
Analista | Analyst

Nenhum comentário:

Postar um comentário