Coluna 1

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje quarta feira (16)

NOVO GOVERNO
- Bolsonaro assina decreto que facilita posse de arma
O presidente Jair Bolsonaro assinou ontem decreto que altera regras para facilitar a posse de armas de fogo, ou seja, a possibilidade de o cidadão guardar o equipamento na residência ou no estabelecimento comercial de que seja dono. Entre as mudanças, foi ampliado o prazo de validade do registro de armas e houve a flexibilização no requisito legal de o interessado comprovar da “necessidade efetiva” para a obtenção da posse. Pelas novas regras, bastará argumentar que mora em cidade violenta, em área rural ou que é agente de segurança, para satisfazer o requisito. (Via Estadão e El País Brasil)
Bancada da bala se divide sobre decreto
Contra flexibilização da posse de armas, PT vai ao STF

- Governo prepara MP para anistiar armas irregulares
Após facilitar a posse, o governo Jair Bolsonaro prepara uma medida provisória que abrirá prazo para o recadastramento de armas em situação irregular e estuda reduzir imposto para o comprador. A ideia é também mobilizar apoio no Congresso para tentar aprovar projeto que flexibiliza o porte dos armamentos, ou seja, para que o cidadão possa andar armado. (Via Estadão)
- Bolsonaro recebe Macri para discutir Mercosul
O presidente da Argentina, Mauricio Macri, encontra-se nesta quarta-feira (16) com o presidente Jair Bolsonaro no Planalto às 10h30. Entre outros assuntos, a expectativa é que esteja em pauta a situação do governo da Venezuela, o Mercosul e um acordo comercial bilateral. (Via Poder360)

ECONOMIA
- Reforma da Previdência será fechada após Davos
O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o governo só vai fechar a proposta de reforma da Previdência após viagem do presidente Jair Bolsonaro a Davos, na Suíça. Bolsonaro realiza no próximo fim de semana sua primeira viagem internacional. Em Davos, ele participa do Fórum Econômico Mundial, evento anual que reúne a elite econômica e política de todo o mundo. (Notícias ao Minuto)

BRASIL
- MP apresenta 2ª denúncia contra João de Deus
O Ministério Público de Goiás apresentou ontem mais uma denúncia contra o médium João de Deus por crimes sexuais. Segundo os promotores de Justiça que investigam o médium, a nova denúncia tem como base acusações de 13 vítimas – destas, 5 com casos não prescritos. As outras 8 serão testemunhas para reforçar a forma de agir do curandeiro, entre elas três adolescentes e uma criança de 8 anos. O líder espiritual, que está preso, nega os crimes. (Via Estadão) 

MUNDO
- Brexit: parlamento britânico rejeita acordo de May
O Parlamento britânico rejeitou na terça-feira por 432 a 202 votos o plano da primeira-ministra Theresa May para o Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia. O resultado deflagra a possibilidade de uma retirada desordenada do grupo ou até mesmo uma reversão da decisão tomada em 2016 de deixar o bloco.  Nesta quarta-feira (16), a pedido da oposição, o parlamento britânico deve decidir se May continua ou não no cargo. Saiba quais devem ser os próximos passos. (Via BBC News Brasil e Reuters)

TELEVISÃO
- Estreia do 'BBB19' tem anúncio de superparedão
A Globo estreou ontem a 19ª edição do ‘Big Brother Brasil’. Ao vivo, o apresentador Tiago Leifert explicou aos 17 novos concorrentes ao prêmio de R$ 1,5 milhão que a maior parte deles enfrentaria um superparedão logo na primeira semana do reality show de confinamento, que deve durar cerca de três meses. (PurePeople)

LOTERIA
- Mega-Sena acumula e vai a R$ 27 milhões
Aconteceu na terça-feira (15) o concurso 2.115 da Mega-Sena. Ninguém acertou os seis números e o prêmio segue acumulado, podendo pagar R$ 27 milhões na próxima quinta-feira. Normalmente, os sorteios da loteria são feitos às quartas e sábados. Nesta semana, serão três no total: o de ontem, quinta (17) e sábado (19), como parte da ‘Mega Semana de Verão’. Confira as dezenas de ontem. (Notícias ao Minuto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário