Coluna 2

Coluna 1

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje quinta feira (03)

NOVO GOVERNO
- Otimismo com Bolsonaro faz Bolsa bater recorde
No primeiro pregão do ano – e primeiro após a posse de Jair Bolsonaro –, a Bolsa brasileira viveu na quarta-feira (2) dia de euforia e bateu recorde, ao ultrapassar os 91 mil pontos. O otimismo também alcançou o dólar, que recuou 1,83%, cotado em R$ 3,8046 – menor patamar desde 21 de novembro do ano passado. O principal motivo para a euforia no mercado foi o fechamento de apoio da bancada do PSL, partido de Bolsonaro, à reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a Presidência da Câmara. Na avaliação dos investidores, se confirmada, a medida poderá facilitar a tramitação de ações importantes do governo, em especial a reforma da Previdência. (Via Estadão e Reuters)

 - Maioria dos ministros assume seus cargos
Na quarta-feira, 18 dos 22 ministros do governo Bolsonaro assumiram seus cargos. Entre os destaques, Sérgio Moro (Justiça), que evitou estipular metas concretas, mas fez um discurso que aposta na mudança nas leis para combater a criminalidade. Ricardo Vélez assumiu a Educação e prometeu priorizar a educação básica e o combate ao ‘marxismo cultural’. À frente da Economia, Paulo Guedes reforçou o apelo em favor da aprovação de uma reforma da Previdência. Nesta quinta-feira (3), o novo presidente faz sua primeira reunião ministerial. Saiba o que cada ministro disse em sua posse. (Via Estadão, VEJA.com, Poder360 e Exame.com)
Onyx exonera 320 cargos para "despetizar" governo
Ministro da Cidadania diz que 13º do Bolsa Família será pago

 - Primeira MP de Bolsonaro é alvo de ação no STF
A primeira medida provisória editada pelo novo presidente da República, Jair Bolsonaro, virou alvo de ação no STF na quarta-feira. Uma federação de advogados está questionando na Corte a extinção do Ministério do Trabalho, que teve suas competências integradas em outras pastas. (Via Estadão)
Medida tira LGBTs de diretrizes de Direitos Humanos

- Petistas recusam pacto e diálogo com Bolsonaro
Deputados do PT recusam um diálogo com o presidente Jair Bolsonaro após o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ter proposto um "pacto" com a oposição para a aprovação de reformas no Congresso Nacional. Petistas dizem que o discurso de Bolsonaro na posse, afirmando que o País começou a se libertar do "socialismo" e que a "nossa bandeira jamais será vermelha", além de declarações anteriores atacando a oposição, não dá espaço para um diálogo. (Via Estadão)

BRASIL
- João de Deus é levado a hospital
O médium João de Deus precisou ser socorrido e levado a um hospital na manhã de ontem. Ele passou mal durante uma consulta de rotina nas celas do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, onde está preso desde 16 de dezembro por denúncias de abuso sexual. João teve um sangramento na urina e, por isso, a equipe médica o encaminhou para a realização de mais exames. (Via VEJA.com)

FUTEBOL
- Corinthians entra na briga por zagueiro
O Corinthians pode entrar na negociação para ter Igor Rabello, do Botafogo. Outro interessado no jogador, o Atlético-MG prepara uma oferta de R$ 15 milhões. Entretanto, o clube do Parque São Jorge incluiria o lateral-esquerdo Moisés e o volante Jean na negociação. Os dois atuaram pelo Glorioso em 2018. (Via Gazeta Esportiva)
Cruzeiro nega ida de Dedá ao Fla e cita multa de R$ 330 mi
Perto do São Paulo, Willian Farias rescinde com Vitória

LOTERIA
- Mega-Sena acumula e vai a R$ 4 milhões
O primeiro sorteio da Mega-Sena do ano, concurso 2.111, não teve ganhadores na quarta-feira (2) e o prêmio acumulou. O próximo sorteio acontece no sábado (5) e deve pagar R$ 4 milhões. Confira as dezenas de ontem. (Via Notícias ao Minuto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário