Coluna 1

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Bombeiros detalham irregularidades do Mangueirão e pedem interdição completa

Além da queda de parte do reboco do teto sobre as arquibancadas, estádio apresentou problemas no sistema de hidrantes, nas sinalizações e na iluminação de emergência.
Antes da queda dos pedaços de reboco do teto do mangueirão, o estádio era um dos três que estavam aptos a receber partidas do Parazão 2019. Após a vistoria realizada na última quarta-feira (9) pelo Corpo dos Bombeiros, outras irregularidades no Colosso do Bengui, que o deixa impossibilitado de receber jogos, mesmo estando com os laudos aprovados.

Na última quarta-feira (9), o Governador do Estado, Helder Barbalho, foi ao estádio e anunciou que o local poderia ser liberado com apenas a metade (lado B) das arquibancadas. A autoridade do Pará instaurou prazo de 10 dias para início dos ajustes.

Leia mais:
Caso Mangueirão: presidente do Remo prioriza segurança, mas diz: "Vamos ter prejuízo"
Por problemas estruturais, Mangueirão é parcialmente interditado e estreia do Remo é adiada


Segundo informações do Tenente Dias, do Corpo de Bombeiros, a vistoria realizada no Mangueirão constatou problemas no sistema de hidrantes no estádio, além das sinalizações, orientações de saída e iluminação de emergência. Com isso, os jogos estão adiados no Mangueirão enquanto não for ajustado todos esses quesitos.

A redação integrada do Jornal OLiberal entrou em contato com a Secretaria de Estado Esporte e Lazer para saber se o problemas encontrados na vistoria foi em todo o estádio ou só do lado A, interditado pelos bombeiros.  Até o momento não tivemos resposta da SEEL.

E no meio de tudo isso está o Clube do Remo, equipe que manda os seus jogos no estádio Mangueirão desde 2015 e não possui local para jogar neste começo de 2019, já que o estádio Baenão passa por reformas.  A estreia do remo no Parazão estava marcada para o dia 20 de janeiro, contra o Tapajós, para o Mangueirão, mas neste momento não há data para a realização do jogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário