Coluna 1

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Jovem sofre aborto na recepção do PSM de Santarém

Familiares denunciam que a demora no atendimento contribuiu para o fato. Uma jovem grávida abortou na sala de recepção do Pronto Socorro Municipal de Santarém, no Oeste do Pará, na tarde de segunda-feira (2). Ela apresentou sangramento e procurou atendimento no hospital. Familiares da jovem denunciaram que a demora no atendimento médico pode ter contribuído para o aborto, que chegou a ser filmado por uma pessoa na unidade hospitalar. De acordo com os acompanhantes da jovem, no momento em que ela chegou ao hospital não havia médico e nem o responsável pela triagem. 
  Esclarecimento
Em nota, a Direção do HPM de Santarém informou que a "adolescente das iniciais M.S.S.B., 17 anos, chegou na urgência e emergência do Hospital Municipal de Santarém (HMS) no início da tarde de terça-feira, 1° de janeiro, com dores abdominais. Ela relatou que estava com sangramento. 

No primeiro atendimento da recepção do Hospital, quando estava preenchendo a ficha, o abortamento começou. Com a rapidez do fato, não foi possível passar pela triagem. A equipe de enfermagem chamou imediatamente o médico, como o aborto espontâneo aconteceu em poucos minutos, a conduta clínica foi encaminhar a paciente diretamente para a obstetrícia. Ela recebeu os primeiros atendimentos obstétricos".

"Ressaltamos que haviam quatro médicos de plantão na urgência e emergência realizando atendimentos emergenciais e dois obstetras na obstetrícia, local em que é realizado qualquer tipo de acolhimento para mulheres gestantes. A paciente passou por todos os procedimentos necessários para esses casos. 

O quadro clínico é estável. Não foi possível obter nenhuma informação mais detalhada sobre a possível causa do aborto porque a família não apresentou exames e a caderneta do Pré-natal.A direção do HMS se coloca à disposição para qualquer dúvida que possa surgir". (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário