Coluna 1

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Policial é assassinado a tiros em Ananindeua. Já são nove só em 2019.

Dupla suspeita do assassinato de Alderson Santos das Chagas foi morta por policiais logo em seguida. O subtenente Alderson Santos das Chagas, 50 anos, foi assassinado nesta terça-feira (5), após ser atingido com dois disparos de arma de fogo na região do abdômen. O fato ocorreu por volta das 7h45. Os supostos autores do crime foram alvejados e mortos por policiais logo em seguida. Com o assassinato do sub-tenente Chagas, o número de policiais militares mortos nos dois primeiros meses deste ano sobe para nove, segundo dados da Polícia Militar. O militar estava saindo de sua residência, na passagem Bom Jesus, no bairro Distrito Industrial, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, quando foi surpreendido por dois homens em uma bicicleta, que realizaram os disparos.
Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, mas não resistiu e morreu por volta das 8h35. 


Militares do 29º e do 30º batalhões, com apoio do Batalhão de Polícia Tática (BPOT) e do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) fizeram incursões no perímetro onde ocorreu o fato e chegaram aos suspeitos por meio de características repassadas por testemunhas.

Segundo a polícia, houve troca de tiros e a dupla, que estava com dois revólveres, calibres 32 e 38, foi alvejada. Os dois foram conduzidos até o Hospital Metropolitano, mas morreram no hospital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário