Coluna 1

sexta-feira, 15 de março de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje sexta feira (15)

SÃO PAULO 
- Polícia pede detenção de 3º suspeito em ataque de Suzano
A Polícia Civil pediu à Justiça nesta quinta-feira, 14, a apreensão de um adolescente suspeito de ser o terceiro envolvido no ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, que deixou 10 mortos e 11 feridos na quarta-feira. O adolescente de 17 anos também é ex-aluno da escola e estudou com G.T.M., jovem da mesma idade que, segundo a polícia, liderou o ataque. A participação do novo suspeito teria ocorrido na fase de preparação. A polícia não revelou quais provas ligam o menor ao ataque, mas já colheu depoimento dele na delegacia e espera posicionamento da Justiça. Três dos onze feridos tiveram alta ontem. (Via Estadão)

 GOVERNO
- Bolsonaro critica jornal e placas do Mercosul
O presidente Jair Bolsonaro disse, em transmissão no Facebook ontem, que pretende retirar as placas de carro do Mercosul de circulação. ‘Vamos, com o nosso ministro Tarcísio [Freitas, de Infraestrutura], ver se a gente consegue anular a placa [de trânsito] do Mercosul. É um constrangimento, uma despesa a mais’, afirmou. Bolsonaro anunciou ainda a antecipação da vacinação contra gripe no Amazonas e fez crítica ao jornal ‘Folha de S. Paulo’. (Via Poder360)
- Ministro volta a trocar número 2 do MEC
O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, anunciou na quinta-feira a nomeação de Iolene Lima como secretária-executiva da pasta. Ele voltou atrás, portanto, na indicação de Rubens Barreto da Silva, anunciada apenas dois dias atrás em sua conta oficial no Twitter. Iolene é pastora evangélica. (Via VEJA.com)

JUSTIÇA
- Decisão do STF gera temor de ‘fim da Lava Jato’
Os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram na quinta-feira enviar parte das investigações da Lava Jato para a Justiça Eleitoral. Foram seis votos a cinco. Para os procuradores que participam da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, a decisão pode enfraquecer as investigações e até provocar a anulação de condenações já decididas pela Justiça. Já os ministros favoráveis à medida argumentam que não haverá prejuízo às investigações nem anulação de casos já julgados. Veja como votou cada ministro. (Via BBC News Brasil)

- MP denuncia Joesley, Mantega, Palocci e Coutinho
O MPF-DF denunciou ontem os empresários Joesley Batista e Victor Sandri, os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci e o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho por formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, gestão fraudulenta, prevaricação financeira e lavagem de dinheiro. De acordo com o MP, as irregularidades envolvem o grupo JBS e o Sistema BNDES-BNDESPar por aportes realizados naquela empresa entre 2007 e 2011. (Via Poder360)

- Quatro acusados por morte de Amarildo são absolvidos
Quatro dos 12 policiais militares condenados em 2016 e presos pela morte do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, crime praticado na favela da Rocinha, na zona sul do Rio, em julho de 2013, foram absolvidos ontem. Nenhum deles era acusado de participar da tortura que resultou na morte do ajudante de pedreiro. O advogado da família de Amarildo não contestou a absolvição. ‘Eles não estavam (dentro da UPP) no momento do fato. Procuramos Justiça. Então, o resultado do julgamento foi correto’, afirmou ao jornal ‘O Dia’. (Via Estadão)

- STJ manda soltar 13 investigados por Brumadinho
O ministro do Superior Tribunal de Justiça Nefi Cordeiro deferiu liminar para soltar 13 funcionários da Vale e da empresa TUV SUD presos no curso da investigação sobre o rompimento da barragem de Brumadinho, em 25 de janeiro. Eles haviam sido presos na quarta-feira, depois que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, ao julgar o mérito dos habeas corpus impetrados pela defesa, rejeitou os pedidos. (Via Exame.com)
Sobe para 203 o número de mortos na tragédia de Brumadinho

BRASIL
- Suspeitos de matar Marielle vão para fora do RJ
Os dois presos nesta semana suspeitos de participação direta no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes serão transferidos para um presídio federal fora do Rio de Janeiro, informou o Ministério Público fluminense. A transferência, autorizada pela Justiça e pedida pelo MP, prevê ainda, por medida de segurança, a inclusão de Élcio de Queiroz e Ronnie Lessa no regime disciplinar diferenciado. (Via Reuters)
 
MUNDO
- Deputados britânicos aprovam atrasar o Brexit
Diante da dificuldade de se chegar a um acordo sobre os termos para a saída do Reino Unido da União Europeia, marcada para o dia 29 de março, os membros do Parlamento britânico votaram na quinta-feira pela extensão do prazo por três meses ou mais. Engana-se, no entanto, quem pensa que esse resultado, depois de meses de divisões, conflitos e incertezas, significa que as coisas serão mais tranquilas daqui em diante. Entenda o que foi aprovado, por que a decisão é importante e quais são os próximos capítulos do Brexit. (Via BBC News Brasil)
VEJA TAMBÉM:

Nenhum comentário:

Postar um comentário