Coluna 1

sexta-feira, 1 de março de 2019

Caratecas se preparam para campeonato brasileiro

Cerca de 50 atletas do Pará já estão intensificando o treinamento para fazer bonito na 20ª edição do Campeonato Brasileiro de Karatê-Do Shotokan. A competição, organizada pela Japan Karate Association (JKA) do Brasil, será de 2 a 5 de maio, em Porto Alegre (RS). Na Academia Machida, os treinos específicos para competidores novos e veteranos começaram em fevereiro e já estão ajudando no preparo físico e mental dos atletas. Na edição do ano passado, a equipe da Machida trouxe do campeonato 58 medalhas para o estado, sendo 13 de ouro, 17 de prata e 28 de bronze. Este ano, a meta é superar esta marca. “Queremos voltar com uma equipe campeã de lá, a gente quer o maior número de medalhas que puder. 
Abrimos de novo o treinamento específico, onde trabalhamos tanto o físico quanto o psicológico dos lutadores, para que eles cheguem lá motivados e acreditando que podem conseguir um bom resultado”, afirma o sensei André Sampaio, um dos técnicos da equipe.

 Em sua primeira vez em uma competição nacional, Lorena Lobato, de sete anos, treina para ganhar mais confiança a cada prática da arte marcial. “Vou participar no kata individual, na categoria de 0 a 7 anos. A preparação está indo bem, começou em janeiro e até o dia do campeonato eu espero estar mais confiante”, declarou.
            
Bruna Magalhães, de 19 anos, é uma das veteranas da equipe. Ela pratica karatê desde os 12 e, no ano passado, conquistou medalha de ouro em kata e bronze no kumitê. Apesar de ter que conciliar o esporte com a faculdade de Arquitetura e a carreira musical, ela confia que a persistência nos treinos vai trazer bons resultados. “O que me faz continuar é muito da filosofia do karatê, de ter persistência nos nossos anseios, ser uma pessoa ética, respeitar o próximo. Ser campeã vai valer a pena não só pelo título, mas para mostrar tudo o que a gente aprendeu nesse tempo todo de treinamento”, relata a atleta.
          
  Os pequenos Enzo Menezes e Arthur Castilho, apesar da pouca idade, também já possuem experiência nas grandes competições. Enzo tem 10 anos, pratica o esporte desde os quatro e foi campeão brasileiro de caratê em 2017. “Vou tentar ser campeão de novo este ano, estou me esforçando muito”, conta. Arthur, de 11 anos, é carateca desde os cinco e está empenhado para trazer uma medalha na sua categoria. “Estou treinando bem mais do que o ano passado. A minha expectativa é buscar o ouro”, relata o jovem atleta.

A carateca Maitê Honda Eluan, 9, foi um dos destaques da equipe de competição em 2018. Ela, que conquistou medalhas de ouro em competições de nível estadual e nacional, afirma que está buscando se superar a cada treino e pretende defender seu título de ouro no Campeonato Brasileiro de Karate da JKA. “Eu sinto que me superei do ano passado para cá. Estou treinando para o Brasileiro da JKA desde dezembro, quando eu fiquei sabendo das datas. Estou bem concentrada nisso”, declarou a atleta.
 
Jobson Marinho
Analista | Analyst

Nenhum comentário:

Postar um comentário