Coluna 1

sexta-feira, 29 de março de 2019

Pílula para homens: um novo avanço?

Ainda vai levar algum tempo, mas é um novo passo promissor. Pesquisadores americanos testaram uma pílula anticoncepcional para homens e os resultados são positivos.
40 homens jovens saudáveis ​​foram submetidos a uma primeira fase de testes clínicos para a pílula 11-beta-MNTDC. 10 deles receberam um placebo, 14 receberam uma dose de 200 mg e 16 uma dose de 400 mg. Com o mesmo princípio da pílula feminina, eles tiveram que tomar uma vez por dia durante 28 dias. Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Washington e do Instituto de Pesquisa Biomédica de Los Angeles apresentaram suas descobertas no domingo, 24 de março. Durante o teste, a pílula reduziu o nível dos dois hormônios necessários para a produção de espermatozoides. Uma vez que a pílula é interrompida, seus efeitos se dissipam. 
Novos testes estão por vir
Nenhum participante desenvolveu efeitos colaterais graves, no entanto, alguns enfrentaram homólogos como fadiga, acne, dores de cabeça e uma libido ligeiramente menor. No entanto, nenhum diminuiu sua atividade sexual.

"Nossos resultados mostram que esta pílula, que combina duas atividades hormonais em uma, diminuirá a produção de espermatozóides preservando a libido", disse a pesquisadora Christina Wang. No entanto, este estudo terá que ser mais aprofundado, pois 28 dias não são suficientes para garantir a eficácia desta contracepção. "Um contraceptivo hormonal, seguro e reversível, deve ser oferecido em cerca de 10 anos", disse o Dr. Wang. Ainda um pouco de paciência antes que a pílula diária não seja mais apenas uma questão feminina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário