Coluna 1

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Hospital Regional de Santarém se torna referência em qualidade e segurança para hospitais do Pará

O Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém (PA), gerenciado pela Pró-Saúde, participou do II Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro, realizado em Brasília, nesta semana. O evento reúne profissionais de saúde de todas as regiões do país para compartilhar experiências e conhecimento sobre segurança do paciente e qualificação do Sistema Único de Saúde (SUS). O evento contou com a presença de profissionais das instituições que integram o projeto Paciente Seguro, coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), em parceria com o Ministério da Saúde, por meio do ‘‘Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde’’ (Proadi-SUS). 
O HRBA entrou na primeira fase do projeto, em 2016, sendo o primeiro hospital do Pará a participar. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

O programa consiste em desenvolver ferramentas e técnicas para qualificar o processo assistencial nas unidades do SUS. “Os resultados, nesse período de participação do HRBA, foram bastante expressivos. E, nesta semana, pudemos comemorá-los. Além disso, fomos incumbidos de sermos tutores de três instituições aqui no Pará e disseminar os conhecimentos adquiridos durante o processo de assistência ao paciente”, conta o diretor-geral do HRBA, Hebert Moreschi.

O objetivo do Projeto Paciente Seguro é contribuir para a qualificação do cuidado em estabelecimentos de saúde, além de efetivar a implantação do Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). “O projeto visa a implantação e acompanhamento dos protocolos das metas de seguranças por meio da metodologia da ciência da melhoria. 

Agora, na segunda fase, que inicia nesta semana, mais 45 hospitais do Brasil entraram no programa. Os 15 que já faziam parte, incluindo o HRBA, passam a ser referência para esses. O final do projeto está estimado para 2020”, explica a gerente do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente do Hospital Regional de Santarém, Veruska Ramalheiro.

O projeto apresentou resultados positivos em indicadores assistenciais, como redução dos percentuais de pacientes com lesão por pressão e de pacientes que sofreram quedas em unidades piloto, além do aumento da adesão à higienização das mãos, importante medida para prevenção de infecções. 

“Para nós é motivo de muita felicidade em sermos referência e disseminadores desses conhecimentos que foram aplicados com sucesso no Hospital Regional e agora podemos compartilhar com outras instituições. Dessa forma, o HRBA contribui de forma significativa para a melhoria da saúde no estado do Pará”, finaliza Hebert Moreschi.

A partir de agora, o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua, o Hospital Oncológico infantil Octavio Lobo, em Belém, e o Hospital Municipal de Santarém, em Santarém, receberão todo apoio e acompanhamento da equipe do Hospital Regional do Baixo Amazonas.

Sobre o Hospital

O Hospital Regional de Santarém atende casos de média e alta complexidades e presta serviço 100% pelo SUS, sendo referência no Norte do Brasil em tratamento de câncer. A instituição atende a população estimada de 1,1 milhão de pessoas, residentes em 20 municípios do oeste do Pará. Foi o primeiro hospital público do Norte a conquistar o certificado ONA 3 – Acreditado com Excelência.

Joab Ferreira - Assessor Pró-Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário