Coluna 1

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Professores fazem manifestação e não descartam greve estadual

Docentes da rede estadual de ensino exigem pagamento do piso nacional e reforma das escolas. Professores da rede estadual de ensino do Pará realizaram uma manifestação na manhã desta quarta-feira (10). Em ato organizado pelo Sintepp, eles querem que o governo do Estado pague o piso nacional do magistério. A manifestação também exige a reforma das escolas estaduais. O ato público marca, ainda, os 100 dias dos governos Bolsonaro e Helder, além, acrescentam os organizadores, de ser um protesto contra a reforma da Previdência. Eles se concentraram na praça Floriano Peixoto, em frente ao Mercado de São Brás, e, às 10h13, saíram em caminhada pela avenida Almirante Barroso, pois vão fazer uma manifestação em frente ao prédio da Sead, na travessa do Chaco. Se o Estado não der uma resposta satisfatória à categoria, os professores não descartam a possibilidade de greve, o que será decidido depois.

 "Nós estamos em estado de greve. Isso significa que é possível ter uma assembleia que deflagre uma greve. Vai depender muito da organização da categoria e da disponibilidade do governo em negociar de fato", disse Mateus Ferreira, da coordenação geral do Sintepp Pará. (Redação Integrada_)

Nenhum comentário:

Postar um comentário