Coluna 1

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Morre o escritor paraense Walcyr Monteiro aos 79 anos

Desde o início do mês de maio, Walcyr estava internado para tratar de uma pneumonia. Morreu na manhã desta quarta-feira, 29, aos 79 anos, o jornalista e escritor paraense Walcyr Monteiro, autor do livro Visagens e Assombrações de Belém. De acordo com Átila, Enorê e Walewska Monteiro, filhos de Walcyr, o escritor não resistiu ao agravamento de uma pneumonia. A família anunciou a perda em nota em uma rede social. A família anunciou que o velório ocorrerá ao decorrer do dia desta quarta-feira, na Capela Memorial Max Domini, no bairro do Guamá. A previsão é o corpo do escritor chegue ao local por volta das 11h. 
O enterro será na quinta-feira, 30, às 9h. Ele também é autor de "Cosmopoemas", "Miscêlanea ou Vida em Turbilhão, As Incríveis Histórias do Caboclo do Pará, Histórias Brasileiras e Portuguesas para Crianças, Presente de Natal.
Confira o comunicado da família na íntegra:

"NOTA DE FALECIMENTO DE WALCYR MONTEIRO
Caros amigos,
É com imenso pesar e dor que comunicamos o falecimento de nosso amado pai, mestre e melhor amigo, Walcyr Monteiro, autor de inúmeras obras, amante da Amazônia e caboclo papa-chibé.
 
Em razão de pneumonia contraída recentemente, a fragilidade dos órgãos foi agravada, não sendo mais possível mantê-lo no plano terreno.
Assim, pedimos orações para que a passagem ao plano espiritual seja tranquila e serena.
Informamos também que o velório será realizado a partir das 10h, na capela do Memorial Max Domini (Av. José Bonifácio, 1550) e o enterro será após o velório.

Na oportunidade, agradecemos todas as orações, energias e vibrações positivas que foram dirigidas ao nosso pai, pelas quais externamos nossos sinceros e sensibilizados agradecimentos.

Nosso pai não gostava de despedidas, mas sim de encontros e boa conversa!
Escritor, jornalista, sociólogo, ufólogo, acadêmico das letras e do samba. A vida de Walcyr Monteiro foi muito fértil e gerou muitos frutos.

Assim, em seu nome, não diremos adeus, mais sim até breve. Que cada leitor, amigo e companheiro de sonhos possa continuar encontrando nosso pai Walcyr em cada um de seus livros!
Um fraternal abraço,
Átila, Enorê e Walewska Monteiro"
Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário