Coluna 1

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje quinta feira (18)

 ECONOMIA
Bolsonaro: anúncio sobre FGTS sairá nesta semana 
O governo do presidente Jair Bolsonaro decidiu marcar os seus 200 dias com um novo pacote de medidas para tentar acelerar a economia e melhorar a aprovação do presidente, ao virar a curva de meio ano no poder sem ter conseguido ainda a aprovação da reforma da Previdência. Até ontem, a equipe econômica corria para tentar definir a nova liberação de parte do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A medida é o foco mais direto para tentar revigorar a economia até o final deste ano. (Via Reuters e Estadão)

 JUSTIÇA
- Vazamento: Moro interferiu na negociação de delações
Hoje ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro, Sérgio Moro, quando juiz da Lava Jato, interferiu nas negociações de delações de dois executivos da construtora Camargo Corrêa para admitir práticas de corrupção, em 2015. Os indícios constam em mensagens de membros da força-tarefa da operação, trocadas pelo aplicativo Telegram e obtidas pelo site ‘The Intercept’. O jornal ‘Folha de S. Paulo’ examinou os diálogos e os divulgou nesta quinta-feira. (Via VEJA.com)
 Dodge vê com preocupação decisão soA procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse na quarta-feira (17) que vê com preocupação a decisão do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, de suspender investigações com dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras e da Receita Federal, sem autorização judicial. Em nota, Dodge disse que determinou a análise do impacto da decisão para evitar qualquer ameaça às investigações em curso no País. (Via Poder360)

- MPF critica vazamentos e se opõe à libertação de Lula
O Ministério Público Federal enviou ao Superior Tribunal de Justiça parecer em que se manifesta contra o pedido de anulação da ação penal do triplex do Guarujá, feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O documento é assinado pelo subprocurador-geral da República Nívio de Freitas, e foi remetido à Quinta Turma do STJ, em recurso na ação que culminou na condenação de Lula a 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. (Via Estadão)

POLÍTICA
- Presidente: embaixadores nos EUA fizeram ‘nada’
O presidente Jair Bolsonaro disse, em tom crítico, que, em razão da polêmica em torno da possível indicação do deputado Eduardo Bolsonaro para a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos, poderia nomear o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) como embaixador e indicar seu filho para o Itamaraty. Ainda na entrevista, o presidente afirmou que os últimos embaixadores brasileiros nos EUA não fizeram ‘nada’ de bom para o País. (Via Poder360)

EDUCAÇÃO
- Reitores criticam plano de captação do MEC
Os reitores das universidades federais do País disseram ter se surpreendido com o programa Future-se, anunciado na quarta-feira, pelo Ministério da Educação. Sem nunca antes ter sido discutido com os dirigentes, o programa foi apresentado pelo ministro Abraham Weintraub como a solução para a crise orçamentária das instituições, ainda que a maior parte das ações já sejam há anos adotadas e não haja detalhes sobre a operacionalização do plano. (Via Estadão)

MUNDO
- Japão: incêndio em estúdio deixa mortos
Mais de 20 pessoas morreram nesta quinta-feira em um incêndio aparentemente de origem criminosa em um estúdio de animação de Kioto, oeste do Japão. A polícia suspeita que ‘um homem jogou um líquido inflamável e começou o incêndio’, disse à AFP um porta-voz da polícia local. Segundo a imprensa, o responsável pelo incêndio tem cerca de 40 anos, ficou ferido e estaria hospitalizado sob vigilância da polícia (Via AFP)

- Ebola vira emergência internacional de saúde pública
O surto de ebola na República Democrática do Congo foi declarado uma emergência de saúde pública de caráter internacional pela Organização Mundial de Saúde na quarta-feira (17). A declaração de emergência acontece depois de o país ter confirmado nesta semana o primeiro caso de ebola na cidade de Goma, um importante eixo de transportes no leste do país africano. (Via BBC News Brasil)

 LOTERIA
- Mega-Sena acumula de novo e vai a R$ 22 milhões
O concurso 2.170 da Mega-Sena foi realizado na noite de quarta-feira (17). Nenhum apostador cravou as seis dezenas e o prêmio máximo, que seria de R$ 16 milhões, acumulou para R$ 22 milhões. O próximo sorteio será no sábado (20). Confira os números de ontem. (Via SorteOnline)

VEJA TAMBÉM:

Nenhum comentário:

Postar um comentário