Coluna 1

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje terça feira (13)

POLÍTICA
Câmara deve votar ‘MP da Liberdade Econômica’
A Medida Provisória 881/19, chamada por parlamentares de ‘MP da Liberdade Econômica’, deve ser votada pelo plenário da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (13). O ministro da Economia, Paulo Guedes, é um dos defensores da proposta, que, de acordo com ele, ‘limitará abusos’ do Estado. O projeto, que perde validade se não for aprovado pelo Congresso até o final do mês, visa restringir o poder regulatório do Estado para, na visão do governo, melhorar o ambiente de negócios no país. (Via VEJA.com e Reuters)

- PSL pede fim de sigilo de ação que liga PCC ao PT
Os senadores do PSL Soraya Thronicke (MS) e Major Olimpio (SP) protocolaram um ofício junto ao Ministério Público Federal pedindo a quebra de sigilo da operação Cravada, em que supostos membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) afirmam tem um ‘diálogo cabuloso’ com o PT. No ofício, endereçado à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, Thronicke e Olimpio alegam que ‘as afirmações feitas são graves e é de fundamental importância que o inteiro teor de todos os diálogos e demais dados, constantes da investigação, tornem-se públicos’. (Via VEJA.com)
BRASIL
- RJ: jogador de base é morto durante operação policial
O jovem Dyogo Coutinho foi morto ontem durante uma operação policial na comunidade da Grota, em Niterói, no Rio de Janeiro. Jogador da categoria de base do América, o menino de 16 anos estava deixando a comunidade indo para um treino quando foi atingido por um tiro nas costas. A morte de Dyogo Coutinho gerou revolta aos moradores da comunidade onde o menino morava. Como resposta, algumas pessoas organizaram um protesto. (Via Lance)

EDUCAÇÃO
- UNE marca protestos contra cortes na educação
A União Nacional dos Estudantes realiza nesta terça-feira (13) atos em 79 cidades de todas as 27 unidades da Federação contra cortes na Educação. Será o 3º protesto nacional da entidade neste ano. Entre as demandas das manifestações, está a revogação do contingenciamento no orçamento das despesas discricionárias das universidades. (Via Poder360)

JUSTIÇA
- CNMP deve atrasar julgamento de Dallagnol
O Conselho Nacional do Ministério Público deve adiar o julgamento do procurador Deltan Dallagnol. O líder da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba é acusado de fazer campanha contra o senador Renan Calheiros (MDB-AL). O julgamento, inicialmente está marcado para esta terça-feira (13). A causa do possível atraso seriam novos documentos e informações adicionadas pelo emedebista para a investigação. Ao recebê-los, o órgão do MPF precisaria de mais tempo para analisá-las e dar início ao julgamento. (Via Poder360)

- Dodge prorroga por mais um ano Lava Jato no PR
Em campanha para ser reconduzida ao cargo, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, decidiu prorrogar por mais um ano os trabalhos da força-tarefa da Lava Jato no Paraná. Esta é a quinta vez que as atividades do grupo são prorrogadas, desde a sua criação, em 2014. Ao todo, a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba conta atualmente com uma equipe de 69 pessoas, entre procuradores, servidores, contratados e estagiários. (Via Estadão)

- Moro se opôs à apreensão do celular de Cunha, diz site
O ex-juiz federal Sergio Moro instruiu os procuradores da operação Lava Jato a não apreender os celulares do então presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Na véspera da prisão do emedebista, no dia 18 de outubro 2016, o procurador Deltan Dallagnol consultou Moro sobre a apreensão dos aparelhos parlamentar. A conversa foi divulgada nesta segunda-feira, 12, pelo site ‘BuzzFeed News’, em parceria com o ‘The Intercept Brasil’. (Via VEJA.com)

ECONOMIA
- Bolsa cai e dólar sobe em dia de pânico na Argentina
Os mercados no Brasil não foram poupados da turbulência que tomou conta da Argentina na segunda-feira (12). O principal índice da bolsa brasileira cedeu 2%, aos 101.915 pontos, com quase todas as ações no vermelho. Em forte baixa, os papéis de Petrobrás, Vale e Itaú Unibanco e Bradesco ajudaram a pressionar o indicador. O dólar avançou 1,05%, aos R$ 3,9837. É o maior patamar para um encerramento desde 28 de maio (R$ 4,0242). (Via Exame.com)

- Governo: dedução médica no IR terá teto
O secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, afirmou na segunda-feira que o governo pretende estabelecer um teto de renda para que os brasileiros possam ter acesso à dedutibilidade de despesas médicas na declaração do Imposto de Renda para Pessoas Físicas, na proposta de reforma tributária que está sendo elaborada pela equipe econômica. (Via Estadão)

MUNDO
- FBI busca suposto membro da Al-Qaeda no Brasil
O FBI, espécie de Polícia Federal dos EUA, afirmou na segunda (12) que busca um suspeito de integrar a organização terrorista Al-Qaeda. Segundo o comunicado, Mohamed Ahmed Elsayed Ahmed Ibrahim é procurado para interrogatório sobre 'papel que supostamente desempenhou como agente e facilitador da Al Qaeda'. ‘Ele esteve, supostamente, envolvido no planejamento de ataques contra os Estados Unidos e seus interesses, e no fornecimento de apoio material para Al Qaeda desde, aproximadamente, 2013. Ele está no Brasil’, diz a nota. (Via Estadão)

- Derrota nas primárias põe em dúvida governo Macri
A derrota expressiva do presidente da Argentina, Mauricio Macri, nas eleições primárias deu origem a um debate sobre sua governabilidade até a data de passar a faixa presidencial ou, se reeleito, tomar posse para um novo mandato, o dia 10 de dezembro. O primeiro turno da votação ocorre no dia 27 de outubro. Um dia depois da votação nas primárias, o dólar abriu com forte alta e as ações argentinas em queda de dois dígitos. (Via BBC News Brasil)


Nenhum comentário:

Postar um comentário