Coluna 1

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje sexta feira (23)

AMAZÔNIA
- Governo cria gabinete de crise para Amazônia
Após reunião com ministros no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro criou um gabinete de crise para lidar com a situação da Amazônia. Sofrendo com queimadas de grandes proporções, a floresta se tornou motivo de trocas de acusações entre Brasil e França na quinta-feira (22). O ministério do Meio Ambiente informou que divulgará nota sobre as ações que devem ser implementadas pelo novo gabinete de crise. O Ibama autorizou a Prevfogo – centro ligado ao instituto, especializado no controle de queimadas – a contratar brigadistas federais para atuar em regiões afetadas. (Via Correio Braziliense e VEJA.com)

- ONU se manifesta e Macron pede ação sobre a Amazônia
O presidente da França, Emmanuel Macron, chamou a situação das queimadas na Amazônia de ‘crise internacional e afirmou que o tema deve ser discutido em reunião desta semana no G7 (grupo de países ricos, formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido). Já o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, se mostrou ‘profundamente preocupado’ com o problema na floresta. (Via Estadão)
- Bolsonaro contesta queimadas e critica Macron
Em transmissão no Facebook na quinta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro insistiu em dizer que as queimadas na Amazônia foram criminosas. No entanto, não apresentou evidências do crime. Bolsonaro também criticou indiretamente o presidente da França, Emmanuel Macron, ao dizer que o país mencionou a região Amazônica, ‘com desfaçatez’, como ‘a nossa Amazônia’. Bolsonaro distorceu a fala do francês, que falou ‘nossa casa’, em publicação no Twitter mais cedo, em referência ao planeta Terra. (Via Poder360)

- Atos pelo País devem ter defesa da Amazônia
Após as recentes queimadas na Amazônia, manifestantes organizam pelas redes sociais atos em defesa da floresta em pelo menos 11 cidades para os próximos dias. Em São Paulo, o protesto acontecerá nesta sexta-feira (23), na Avenida Paulista. Há duas semanas, são registrados diversos pontos de incêndio na Amazônia Legal em estados do Norte, o que tem ganhado destaque na imprensa internacional. (Via Exame.com)

GOVERNO
- Parecer da Previdência não será entregue hoje
O cronograma da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça do Senado vai atrasar quatro ou cinco dias, disse o relator da proposta, Tasso Jereissati. Ele adiou a entrega do relatório preliminar, que seria feita nesta sexta-feira, 23, para a semana que vem. Pelo cronograma inicial, o relatório seria lido na comissão na próxima quarta-feira (28). A votação na CCJ estava prevista para o dia 4 de setembro. Ele garantiu que o relatório será entregue na semana que vem, mas não precisou o dia exato da leitura. (Via Exame.com)

- STF tem maioria para corte de servidores
O Supremo Tribunal Federal formou maioria na quinta-feira para impedir que Estados e municípios endividados reduzam o salário de servidores públicos como forma de ajuste das contas públicas. A discussão, que dividiu a Corte, foi um dos pontos mais polêmicos no julgamento sobre a Lei da Responsabilidade Fiscal, sancionada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso em 2000. (Via Estadão)

JUSTIÇA
- Pedido de Najila para desarquivar caso Neymar é negado
A Justiça negou um pedido de Najila Trindade para desarquivar o inquérito policial que investigava Neymar por estupro. Na decisão, a juíza Ana Paula Gomes ressaltou que a solicitação da mulher não atendia aos critérios para o desarquivamento. Advogado da modelo, Cosme Araújo queria que a Justiça retomasse as investigações para avaliar as imagens do hotel em que o casal se encontrou em Paris. O advogado tem ainda a possibilidade de tentar mover uma ação em Paris, onde ocorreu o caso entre Neymar e Najila. (Via Lance)

FUTEBOL
- Barça fará ‘oferta definitiva’ por Neymar
A 'novela Neymar' pode estar perto de um fim, pelo menos por parte do Barcelona. Seu ex-clube prepara uma oferta definitiva que pode terminar com tudo em questão de horas, diz o ‘Sport’, jornal da Catalunha. Segundo a publicação, o dia de ontem foi de reuniões, ligações, tensão e decisões. O Barcelona tem muito claro que Neymar prioriza o retorno sobre ficar no PSG ou ir ao Real Madrid. Além disso, o clube catalão está convencido que, caso Neymar expresse seu desejo de voltar, a negociação pode se encerrar muito rapidamente. A cúpula do Barcelona teria preparado uma proposta que pode balançar o PSG. (Via ESPN)

VEJA TAMBÉM:



Nenhum comentário:

Postar um comentário