Coluna 1

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Polícia prende servidores do Detran acusados de associação criminosa

 Oito pessoas foram presas. A Polícia Civil deflagrou, nesta quinta-feira (29), a operação denominada Tártaro para desarticular uma associação criminosa formada por servidores públicos do Detran do Pará, despachantes e outras pessoas investigadas pela venda de lacres de placas automotivas para posterior revenda de veículos. Ao todo, oito prisões foram cumpridas, além de mandados de busca e apreensão, em Belém e região metropolitana. Sob coordenação do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil (NIP), a operação conta com 22 equipes formadas por cerca de 80 policiais civis das Diretorias de Combate à Corrupção (DECOR), de Polícia Metropolitana (DPM), de Polícia Especializada (DPE) e do GPE (Grupo de Pronto-Emprego), grupamento tático da Polícia Civil. Os resultados da operação foram levados para o prédio da Delegacia-Geral, em Belém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário