Coluna 1

sábado, 10 de agosto de 2019

Remo fica no empate com Volta Redonda e volta para o G4 da Série C

O jogo terminou sem gols no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ. O Leão voltou para o G4, mas pode sair no final da 16ª rodada.  O Remo empatou sem gol com o Volta Redonda, na noite desta sexta-feira, em um jogo com poucas chances no estádio Raulino de Oliveira. O resultado não era o que o Leão queria, mas fez o time somar um ponto e voltar, mesmo que temporariamente, para o G4 da competição. Se quiser sonhar com a classificação para a fase mata-mata, o Remo precisa, mais do que nunca, vencer o jogo em casa na próxima semana e, no mínimo, empatar com o Paysandu, no clássico que vai fechar a fase de grupos da Série C.
Saiba como foi o jogo entre Volta Redonda e Remo
Já o Tricolor de Aço se manteve no G4 com o empate, assumindo a vice-liderança do grupo B, com 24 pontos. O Remo é o quarto colocado, com 23 pontos, mas pode sair do G4 dependendo do resultado de outros jogos, como o do Paysandu. O arquirrival do time azulino joga neste sábado, às 17 horas, contra o Atlético-AC.

Antes de jogar pela Série C, o Remo tem outra competição. Na terça-feira (13), às 15 horas, enfrenta o Sobrandinho-DF, pelas oitavas de final da Copa Verde. A partida será no Abadião, em Ceilândia (DF), com o Leão jogando com time alternativo.

O Remo volta a jogar pela Série C na sexta-feira (16), às 20 horas, no Mangueirão. O Voltaço volta em campo somente na segunda-feira (19) para enfrentar o Juventude-RS.

Sem ação 
O primeiro tempo foi pouco movimentado, mas chamou a atenção por duas expulsões, uma de cada lado. O Leão teve mais a posse de bola, só que mais uma vez não soube transformar isso em gol. O Voltaço quase não foi perigoso e não deu muita dificuldade para o goleiro Vinícius, que foi confirmado na posição minutos antes do jogo começar.  

Desperdícios de sempre
As melhores chances do Remo foram aos sete minutos. No lance, Gustavo apareceu livre na área após cruzamento. Só faltou acertar o tempo da bola. Depois, aos 23, Ramires ficou na cara do gol, mas cabeceou para fora após escanteio.

Foram mais cedo para o vestiário
Remo e Volta Redonda perderam um jogador cada após confusão aos 10 minutos de partida. Douglas Lima, do Voltaço, e Wesley, do Remo, discutiram após um ser derrubado pelo outro. O árbitro interpretou como algo grave e mandou os dois mais cedo para o vestiário.

Voltaço pressiona
O Volta Redonda foi melhor no segundo tempo. Pressionou o Remo e foi tentando achar espaço para marcar. Quase abriu o placar aos 14 minutos. Naninho fez boa jogada, passou pelo marcador e cruzou na medida para Wandinho dentro da área. O atacante tirou o zagueiro do Remo, mas chutou fraco e a bola ficou com Vinicius

Remo pouco produz
No meio do segundo tempo, o Remo tentou se acertar com a entrada de Danillo Bala e de Zotti. Mas ainda não foi suficiente para conseguir produzir igual no primeiro tempo.
A melhor chance de gol só seria aos 38 minutos, quando Zotti encontrou Danillo Bala na direita. O atacante entrou na área e chutou. A bola só não entrou porque o goleiro conseguiu fazer o desvio. Assim foi o jogo até o final, que terminou com um empate sem gols. 

Ficha Técnica
Remo – Vinícius; Gabriel Cassimiro (Danillo Bala), Marcão, Fredson e Ronaell; Yuri, Ramires (Rafael Tufa), Eduardo Ramos (Zotti); Neto Baiano, Gustavo Ramos e Wesley.
Técnico: Márcio Fernandes 
Volta Redonda - Douglas; Gedeilson, Daniel, Allan e Luiz Paulo; Bruno Barra, Wallisson (Luan), Naninho (Echeverría) e Douglas Lima; Wandinho e Núbio (João Carlos)
Técnico: Toninho Andrade
Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Assistentes: Luis Felipe Gonçalves Correa (PB) e Tomaz Diniz de Araújo (PB)
Quarto árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ)
Cartão Amarelo: Gedeílson; Ronaell, Zotti
Cartão vermelho: Douglas Lima; Wesley
Gol: Não teve
Público: 1.276
Renda: R$ 13.680,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário