Coluna 1

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje sexta feira (27)

ECONOMIA
FGTS: Caixa começa nova fase de pagamento de até R$ 500
Baixe o novo app Microsoft Notícias agora no iOS e Android

POLÍTICA
- STF forma maioria em ação que pode mudar Lava Jato
O STF formou maioria na tarde de quinta-feira (26) a favor da tese que pode anular condenações da operação Lava Jato –inclusive a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso tríplex. Em discussão está a ordem em que as alegações finais devem ser apresentadas em ações penais que envolvem réus com acordo de delação premiada. A sessão foi suspensa quando o placar apontava 7 votos a 3 a favor do recurso que abre caminho para a revisão de condenações no âmbito da operação. (Via Poder360)
- Janot sobre Gilmar: ‘Ia matar ele e me suicidar’
O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse na quinta-feira (26) que, no momento mais tenso de sua passagem pelo cargo, chegou a ir armado para uma sessão do STF com a intenção de matar a tiros o ministro Gilmar Mendes. ‘Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele (Gilmar) e depois me suicidar’, afirmou Janot. Segundo o ex-procurador-geral, logo depois de ele apresentar uma exceção de suspeição contra Gilmar, o ministro difundiu ‘uma história mentirosa’ sobre sua filha. ‘E isso me tirou do sério.’ Janot faz ainda acusação com o ex-presidente Michel Temer, diz que foi sondado para ser vice de Aécio Neves e cita uma suposta promessa de Palocci de ‘entregar ministros do STF’. (Via Estadão e VEJA.com)

- Bolsonaro: cacique Raoni foi cooptado por estadistas
O presidente Jair Bolsonaro disse na quinta-feira que países e chefes de Estado ‘cooptaram’ o cacique Raoni, que é crítico à política ambiental e indígena do governo brasileiro. ‘Alguns países, chefes de Estado, pegaram Raoni, cooptaram Raoni’, declarou. As declarações do presidente foram feitas em transmissão ao vivo nas redes sociais, ao lado da indígena Ysani Kalapalo, que acompanhou a delegação brasileira na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas, em Nova York. (Via Estadão)

- MEC fala em ‘atacar’ salário de professores das federais
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse na quinta-feira que o governo precisa ‘atacar a zebra mais gorda’: o salário de professor universitário federal. Weintraub atacou os ganhos de professores ao avaliar que eventual cobrança de mensalidade dos alunos das universidades públicas seria uma ‘vitória de Pirro’, porque não resolveria o problema de orçamento da pasta. O ministro ainda destacou a necessidade de ‘enfrentar esse exército. Entre outras coisas: doutrinação, metodologia de alfabetização totalmente errada’, e que ‘gastam-se fortunas em universidades enquanto o filho do pobre não vai pra pré-escola’. (Via Poder360)

BRASIL
- Ibama diz que óleo em praias não é brasileiro
Um vazamento de petróleo cru se espalha por ao menos 105 pontos do litoral de Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe (8 dos 9 Estados do Nordeste). O poluente foi identificado em uma faixa de mais de 2 mil quilômetros da costa brasileira. O governo federal afirma que análises já apontaram ser petróleo cru, de origem desconhecida e de tipo não produzido no Brasil. (Via Estadão)
MUNDO

- Casa Branca tentou restringir ligação de Trump a Zelenski
Autoridades da Casa Branca tentaram restringir o acesso à transcrição do telefonema entre Donald Trump e o presidente ucraniano no qual o americano solicitou a ajuda da Ucrânia para prejudicar um rival nas eleições presidenciais de 2020, segundo um documento com a denúncia da conversa apresentado na quinta-feira (26). A publicação deste documento aumenta a pressão sobre o presidente americano, contra quem os democratas abriram na terça-feira um processo de impeachment. (Via AFP)

ESPORTES
- Diniz é o novo técnico do São Paulo
Horas depois de demitir Cuca, o São Paulo anunciou ontem que Fernando Diniz é o novo técnico do clube e será apresentado já nesta sexta-feira. Diniz, de 45 anos, chega ao São Paulo um mês depois de ter sido demitido do Fluminense, que ele deixou na zona de rebaixamento. O time carioca segue lutando contra a queda para a Série B no Brasileiro de 2019. Defensor do futebol ofensivo e de posse de bola, Diniz tem passagens por dois clubes da Série A: Fluminense e Athletico-PR. (Via ESPN e oGol)

- Cruzeiro cede à pressão e demite Rogério Ceni
Rogério Ceni não é mais treinador do Cruzeiro. Após ficar apenas 44 dias no cargo e comandar o time em oito partidas, técnico deixa a Raposa, que se afunda ainda mais em sua crise dentro de campo, na luta contra o rebaixamento. Ceni não resistiu à pressão do vestiário, que se voltou contra o técnico por divergir dos jogadores veteranos do elenco, principalmente Thiago Neves, que virou símbolo de atrito com Rogério desde a sua chegada à Toca da Raposa. (Via Lance)

LOTERIA
- Mega-Sena acumula e vai a R$ 5,5 milhões
Aconteceu na quinta-feira (26) o concurso 2.192 da Mega-Sena. Ninguém acertou as seis dezenas e o prêmio estimado em R$ 2,3 milhões acumulou e deve chegar a R$ 5,5 milhões. Devido a Semana da Primavera, a loteria realiza três sorteios nesta semana, e não dois como de costume. O primeiro aconteceu na terça, o segundo ontem e o terceiro será no sábado (28). Confira os números de ontem. (Via Exame.com)
VEJA TAMBÉM:

Nenhum comentário:

Postar um comentário