Coluna 1

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje sexta feira (04)

BRASIL
PMs invadiram hospital por bala que matou Ágatha 
Na madrugada do dia 21 de setembro, logo depois da morte da menina Ágatha Vitória Félix, entre dez e vinte policiais militares invadiram o hospital em que ela tinha sido internada – o Getúlio Vargas, na Penha, zona norte do Rio – e tentaram levar o projétil que a matara. Apesar da pressão exercida pelos PMs, a equipe de médicos e de enfermeiros de plantão se recusou a entregar a bala, que posteriormente, seria encaminhada para a Polícia Civil, responsável pelas investigações. (Via Estadão)
Baixe o novo app Microsoft Notícias agora no iOS e Android 

- SP: procurador tenta matar juíza em tribunal
O procurador da Fazenda Nacional Matheus Carneiro Assunção foi preso na quinta-feira (3), após tentar matar a juíza federal Louise Filgueiras, no Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O TRF-3 tem jurisdição em São Paulo e Mato Grosso do Sul. Sua sede fica na Avenida Paulista, onde aconteceu o caso. Assunção atacou a magistrada com uma faca, golpeando-a no pescoço, e deixando ferimentos leves. O procurador da Fazenda Nacional foi detido e levado pela Polícia Federal. (Via Estadão)
GOVERNO

- Deputados vão ao TCU contra publicidade de Moro
Deputados da oposição anunciaram ontem que vão entrar com representação no Tribunal de Contas da União contra a campanha publicitária que será veiculada pelo governo em defesa do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública). O slogan é ‘Pacote anticrime. A lei tem que estar acima da impunidade’. Os comerciais devem ser divulgados até 31 de outubro nos principais meios de comunicação. O custo total da campanha será de R$ 10 milhões. (Via Poder360)

- Bolsonaro volta a defender que Adélio não agiu sozinho
O presidente Jair Bolsonaro afirmou na quinta-feira (3) em transmissão ao vivo pelo Facebook, que pretende ‘ir atrás dos mandantes’ da facada que levou em Juiz de Fora (MG) durante a corrida presidencial. Na mesma live, Bolsonaro comentou a tramitação da reforma da Previdência no Senado. Ele disse que, apesar de não ser pessoalmente favorável ao endurecimento de regras na aposentadoria, a necessidade da reforma ‘faz parte do jogo, da democracia’. (Via VEJA.com)

- Diretor da Funarte quer ‘teatro cristão’ no Rio
Criado por Roberto Alvim, diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, o Projeto de Revitalização da Rede Federal de Teatros prevê que o Teatro Glauce Rocha, no centro do Rio de Janeiro, será transformado ‘no primeiro teatro do país dedicado ao público cristão’. De acordo com documentos que constam de processo aberto na Funarte, o espaço será entregue à Companhia Jeová Nissi – fundado em 2000, o grupo tem orientação evangélica. No mês passado, Alvim chamou a atriz Fernanda Montenegro de ‘sórdida’ e de ‘mentirosa’. (Via VEJA.com)

EDUCAÇÃO
- MEC anuncia desbloqueio de 679 bolsas do Capes
O Ministério da Educação anunciou o desbloqueio de 679 bolsas de pesquisa financiadas pelo Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Serão liberadas 271 bolsas de mestrado (com valor de R$ 1,5 mil por mês); 304 bolsas de doutorado (R$ 2,2 mil); e 104 de pós-doutorado (R$ 4,1 mil). De acordo com o presidente do Capes, Anderson Ribeiro Correia, as bolsas serão disponibilizadas às instituições de ensino superior ‘nos próximos dias’. (Via Poder360)

JUSTIÇA
- STF manda soltar réu que teve sentença anulada
O ministro do STF Edson Fachin determinou a soltura do ex-gerente da Petrobrás Márcio de Almeida Ferreira, que teve a sentença anulada pela Corte no julgamento da quarta-feira (2). Na decisão, o magistrado reconheceu que, embora tenha sido vencido no julgamento, a prisão preventiva deve ser revogada em razão da determinação da maioria dos ministros. A condenação do ex-gerente na Lava Jato foi anulada por 6 votos a 5. O caso específico de Ferreira serviu de base para a decisão sobre a tese. (Via Poder360)

- Caixa pede falência da Odebrecht na Justiça
A Caixa Econômica Federal pediu na quinta-feira a liquidação do conglomerado de construção Odebrecht, de acordo com um documento judicial visto pela agência de notícias Reuters. A Caixa também quer que o juiz permita aos credores nomear novos administradores para o conglomerado e suas subsidiárias em uma assembleia. A Odebrecht só pediu recuperação judicial, em junho, após forte pressão feita pela Caixa. (Via Estadão)

- Brasileirão 2020 desfalcará times na Copa América
A CBF divulgou na quinta-feira o calendário para a temporada 2020. A agenda tem início previsto para 22 de janeiro e vai até 6 de dezembro, contemplando as competições nacionais, estaduais e continentais. A principal novidade é que no ano que vem as competições vão parar durante as datas Fifa, ao contrário do que acontece na atual temporada. A agenda não prevê a paralisação das atividades na Copa América, que será realizada entre 12 de junho e 12 de julho, na Argentina e Colômbia. Por conta disso, as equipes podem ser desfalcadas por nove rodadas do Brasileirão. (Via ESPN)

MÚSICA
- Rock in Rio: Iron Maiden e Sepultura são destaques hoje
A edição deste ano do Rock in Rio entra nesta sexta-feira (4) em seu quinto dia de shows. As principais atrações serão os grupos Iron Maiden, Scorpions, Helloween e Sepultura. Também devem agitar o público Slayer e Anthrax. O evento acontece até domingo (6) na Cidade do Rock, Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Os ingressos estão esgotados.
VEJA TAMBÉM:

Nenhum comentário:

Postar um comentário